domingo, 18 de setembro de 2011

Será que estão mesmo?

Quem primeiro notou o casal foi um garotinho, com cerca de 5 ou 6 anos; então, puxando a mão do pai para que ele abaixasse, sussurrou ao ouvido dele: "Pai, acho que aquela moça é uma santa, olha só aquele homem ajoelhado na frente dela!!!"

O pai, ao olhar na direção apontada pelo filho, viu o casal naquela posição e tratou logo de se afastar dali com o garoto; não queria macular a inocência do menino!!!

O casal em questão estava em um canto mais distante do deque; esse canto era pouco visitado por não ter a melhor vista do mirante, pois o vale, a melhor vista, só podia ser admirado no lado oposto a esse canto o qual só tinha vista para a densa floresta!!!

O pai, depois de entregar o menino para a mãe, se dirigiu ao administrador do mirante e relatou o que viu; esse chamou dois outros funcionários e rumaram para o isolado lugar!!!

Ao chegar, constatou o que o zeloso pai lhe relatara; lá estava o casal!!!

Realmente ele estava ajoelhado diante da mulher; ela, com as pernas entreabertas, tinha uma expressão que não dava para definir direito, mas que bem poderia ser de prazer; além de terem buscado um canto mais discreto do mirante, o casal abrira um guarda-chuva, mesmo não estando chovendo, numa clara intensão de esconder o que pareciam estar fazendo e, que pelos indícios, parecia que estava, bem, vamos dizer assim, parecia que ele experimentava o doce sabor da mulher!!!

Com determinação o grupo se dirigiu ao casal, prontos para repreendê-los e até expulsá-los do mirante!!!
.


Porém estancaram assim que se aproximaram mais um pouco, perto o suficiente para ouvirem quando o homem disse:

- Querida, não estou conseguindo; o zíper prendeu sua pele e não quero forçar para não lhe machucar mais. Vamos ver se aqui tem um posto médico, OK? Aguenta mais um pouco a dor, querida!!!

Nenhum comentário: