quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Para o Papai Noel!!!

Tenho como regra não usar imagem com crianças para ilustrar meus textos, porém ao ver essa fotografia logo imaginei uma situação e até uma época bem definida para uma das minhas histórias!!!

A época seria 1930, quando os Estados Unidos, e consequentemente o mundo, sofria os efeitos da Quebra da Bolsa de Valores de New York e a pobreza se alastrou em todas as classes, desde os mais humildes operários até os donos de indústria!!!

A situação a própria imagem induz; a neve, a criança e a caixa de correio logo me levaram a imaginar em uma possível cartinha para o Papai Noel, então vou tentar me colocar no lugar dessa criança e imaginar essa carta, que bem poderia ser assim:

"Querido Papai Noel,

O Natal está chegando e eu gostaria de lhe fazer alguns pedidos, OK?
Não vou pedir nenhum brinquedo e sequer roupas novas, mesmo que essas já estejam gastas e minha botinha forrada com papelão, não quero nada para mim!!!
Gostaria primeiro que trouxesse meu pai de volta; quando tudo começou a ficar difícil, ele falou para a minha mãe e meus irmãozinhos que iria tentar encontrar um emprego em outra cidade, mas acho que ele não queria dizer bem isso, afinal em todo lugar está a mesma coisa, todo mundo pobre e sem emprego, desconfio que ele partiu para não ver a família dele passar fome!!!
Sabe? Nós não nos importamos se temos que dividir um pedaço de pão para todos, o que doí não é a fome, e sim a ausência do nosso pai, então meu primeiro pedido é: TRAGA MEU PAI DE VOLTA!!!
Depois, sem querer abusar, pois sei que temos direito a um só pedido, gostaria que o Senhor desse para todo país um grande presente; gostaria que o Senhor conversasse com o Papai do Céu e Ele mudasse tudo, que as fábricas voltassem a funcionar, que tivesse emprego para todo mundo e que todos ganhassem bem, assim meu pai voltaria a trabalhar, a comprar comida, roupas, sapatos para mim e meu irmãos e eu pudesse voltar para a escola!!!
Faz isso por nós e pelo país, OK?
Agora vou lá fora colocar a cartinha na caixa do correio, esperando que ela chegue aí no Pólo Norte e que o Senhor atenda ao meus pedidos!!!
Um beijo para o Senhor e carinhos nas orelhas das renas!!!"

Pois é, eu tinha a regra que falei no início, mas não resisti ao que a imagem me remeteu e resolvi quebrar a regra!!!

Afinal as regras existem basicamente para duas coisas: uma para serem seguidas e outra para serem quebradas quando o motivo for bem forte!!!

E acho que esse foi!!!
.



Nenhum comentário: