quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Diferenças superadas!!!

Não poderia haver cenário melhor: um dia maravilhoso com poucas nuvens, uma praia deserta com o mar calmo e as ondas indo e vindo em uma lentidão sussurrante!!!

Disse quase deserta por eles estarem lá, ambos, até aquele dia, desconhecido e entregues a sues próprios pensamentos!!!

Talvez estivessem recordando amores passados e perdidos ou mesmo sonhando com amores futuros ainda não encontrados; seria leviano da minha parte afirmar qualquer coisa a cerca do que estariam pensando, só sei que pareciam tão absortos que não achei que notariam um a presença do outro!!!

Ele caminhava pela areia se aquecendo após o frio da noite (ou seria o frio da vida inteira dele, não sei); ela sentada em algumas rochas como se estivesse esperando por alguém ou por um acontecimento que lhe mudasse o rumo de sua vida (se é que podemos chamar de vida uma existência sem alguém que lhe amasse como ela gostaria de ser amada e que amava)!!!

Mas o destino adora brincar com tudo e fez com que se notassem!!!

Alguns fatores contribuíram para isso: uma onda mais forte quebrando na areia; um peixe que saltou sobre as ondas como se quisesse observar a beleza que lhe era proibida; o apito de um barco pesqueiro que, ao largo, repetia as tarefas rotineiras de lançar e recolher as redes!!!

Enfim, pode ter sido um desses ou todos ou, até mesmo outro fator qualquer, que fez com que se notassem!!!

A troca de olhares, primeiro timidamente depois mais demorada; o temor inicial, pois eram dois desconhecidos indefesos em um lugar ermo, que logo se transformou em vontade de se aproximarem; a constatação da solidão em que se encontravam, tanto a solidão de estar só naquela praia quanto a solidão da vida inteira deles; tudo facilitou para o enlace final!!!

Após um aceno dela, ele correu desajeitadamente em direção dela, se fosse cena de filme ou novela, com certeza o diretor iria optar pelo uso do "slow-motion" e repetiria várias vezes para que ficasse perfeita, editando a corrida desajeitada dele, mas, como era a vida real foi desse jeito mesmo!!!

Notei, de longe, que ela se esforçou para conter o riso, afinal havia algo nele que a atraía sem que ela pudesse resistir, porém, apesar da dificuldade, ele chegou a ela!!!


Foi um momento realmente fora de sério, único; a aproximação, a troca de olhares, a energia que pairava no ar era tão intensa que era quase visível, a distância diminuindo cada vez mais até possibilitar o contato, o beijo esperado!!!

Para não violar a privacidade do casal, pararei meu relato nesse ponto, não sem antes dizer que foi uma das coisas mais extraordinária que já tive a oportunidade de ver em minha vida, porém tenho que dizer que vivem juntos até hoje!!!

Ela se tornou uma ferrenha ativista da causa animal, defensora da igualdade de tratamento entre as diferentes espécies de vida, afinal, segundo sua pregação, somos todos iguais perante os olhos do Criador!!!

Ele, como bom lagarto que é, vive buscando formas de se manter aquecido, durante o dia, ficando ao sol e a noite busca aquecimento junto a ela no leito do casal!!!

O que fazem ou como fazem confesso que não sei e nem procuro saber, pois faz parte da intimidade deles e o que importa é que, ao modo deles, estejam felizes!!!

Eu, da minha parte, tenho tomado algumas precauções: ao ver uma lagartixa me afasto para bem longe das vistas dela, vai que esteja solitária, carentes, desejosa de um romance, tô fora!!!

.



Nenhum comentário: