sábado, 26 de outubro de 2013

Buquê!!!

A festa estava magnífica, um verdadeiro luxo, com vários convidados, afinal era o casamento de dois badalados membros da sociedade local, herdeiros de grande fortuna, como ela também era!!!

Por ser uma das melhores amiga da noiva, foi chamada para ser dama; aceitou com agrado, pois seria uma oportunidade de sentir como seria estar diante do altar sob os olhares de todos; tudo bem que ela não seria a protagonista, a atriz principal, mas, mesmo em um papel secundário, esperava sentir a sensação, ou parte dela, de estar casando!!!


Após a cerimônia, tendo o casal saído da igreja sob a tradicional chuva de arroz e pétalas de rosa, todos se dirigiram para o salão do clube onde haveria a festa propriamente dita!!!

Orquestra tocando, casais dançando ou conversando em grupo, a animação era regada com bebida de primeira qualidade, tudo, aliás, era de primeira; o pai da noiva fez questão de mandar vir tudo da capital, desde os profissionais responsáveis pela organização até a equipe de cozinheiros encarregados dos quitutes!!!

E ela, meio indiferente a tudo ao redor, circulava por entre as mesas, talvez estivesse sonhando em como seria o próprio casamento quando encontrasse aquele homem dos seus sonhos que arrebataria seu coração, que seria presença constante em seus pensamentos!!!

Chegou a hora da noiva jogar o buquê!!!

Dizem que quem pegar o buquê jogado será a próxima a casar, então várias moças da cidade se aglomeraram, empurrando uma as outras na esperança de ser a felizarda a pegar aquele monte de flores!!!

Ela, a contragosto, pois queria continuar sonhando, também se uniu ao grupo esperando o arremesso da noiva e ela, a noiva, após fazer algum suspense, virou de costas para o grupo e jogou para o alto o buquê!!!

Talvez por ironia do destino foi justamente ela, a sonhadora foi a sortuda!!!

Todos na festa começaram a lhe dar os parabéns, pois tinham certeza de que a crença popular fosse verdadeira e ela seria a próxima noiva!!!

Ela, intimamente, duvidava, ou melhor, tinha a certeza que não seria a próxima caso não aparecesse o homem por quem sonhava, o homem que se encaixasse em seu padrão de perfeição!!!

Muitos foram os que tentaram uma aproximação, pois ela era uma moça bonita, educada, mas ela sempre encontrava um motivo para se esquivar, para não corresponder aos galanteios, deixando um rastro de pretendentes desiludidos!!!

Guardava o buquê com carinho e, quando sozinha em seu quarto, ensaiava, diante do espelho, como entraria triunfalmente na igreja, como iria percorrer o longo corredor central sob o olhar de todos, pois dessa vez ela seria o foco das atenções, seria a atriz principal que iria encontrar seu príncipe que a esperava junto ao altar!!!

Muitos foram os ensaios, muitos foram os sonhos ao longo da longa espera!!!

As flores murcharam, depois secaram totalmente; as mãos começaram a enrugar, a apresentar as manchas do tempo, enfim o tempo foi passando em sua implacável trajetória que nada ou ninguém consegue deter!!!

Depois de rejeitar tantas oportunidades, ela agora sonhava em ter uma última que estava disposta a aproveitar mesmo que não fosse o homem idealizado; estava cansada de só ensaiar, queria atuar finalmente!!!

No entanto nenhuma outra oportunidade apareceu e ela continuou ensaiando, ensaiando até chegar a conclusão do tempo perdido, de que não viveu, que só ensaiou viver!!!


.



Nenhum comentário: