terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Herege!!!

Seu corpo é o meu templo,
O altar que recebe minha oferenda,

O ícone que venero e contemplo!!!
Antes que um deus se oferenda
Com tal profana veneração,

Digo a esse deus que não lhe dedico
Idêntica ou maior adoração,
Pois, ao contemplá-lo, em êxtase não fico
Como fico ao vê-la e lhe tocar!!!
Pode ele me punir, não ligo, 

Pode de herege me chamar,
Enquanto seu corpo for o abrigo

Que me  recebe e acolhe,
E me leva ao ápice, ao cume
No momento do orgasmo que tudo encolhe!!!
Momento que nosso amor, nossa vida se resume
Ao limites do nosso leito
Deixando de fora todo o resto!!!
Depois, com sua cabeça sobre o meu peito,
Nos entregamos ao repouso honesto
E merecido dos amantes saciados!!!
Só rogo aos deuses que não fiquem irados
E invejem esses dois seres tão apaixonados!!!

.


Um comentário:

Fernanda disse...

meu amigo arrasando! beijos Fê!