sexta-feira, 19 de abril de 2013

ÚLTIMO ATO!!!

Na primeira vez, foram apenas poucas, porém intensas, horas de prazer; chegou e logo voltou para a sua cidade, para o seu cotidiano, mas deve ter levado consigo não apenas boas lembranças dos momentos de prazer vividos, deve ter levado também aquele cansaço gostoso de se sentir quando, depois de alguma abstinência, fazemos amor de muitas formas, de quando gozamos um orgasmo seguido do outro sem tempo de respirar, de tomar fôlego entre um e outro!!!

Voltou, em menos de um mês, com mais tempo e menos urgência!!!

Então conversamos, fizemos amor, passeamos e até queríamos ver um por de sol em dia nublado, coisas de amantes satisfeitos com a presença um do outro!!!

Mas, chegada a hora de mais uma partida, começamos, relutantemente, a nos vestir!!!

Foi nessa hora que reparei o detalhe que ficou gravado em minha memória; notei a delicada destreza com que uma mulher veste uma meia fina e, na hora, não imaginei o que aquele ato viria a significar!!!

Hoje já não há mais o clima de antes, hoje não tenho certeza se aqueles momentos de prazer irão se repetir!!!

Hoje só posso ver que um véu foi colocado entre nós nos separando, da mesma forma que a fina trama do tecido da meia, cobrindo-a, separava-me da fonte de prazer!!!

É esse último ato de intimidade que quero reter na memória!!!

3 comentários:

Anônimo disse...

Adorei! Seus textos são especiais assim como você! Bjs

Anônimo disse...

Emoção pura sentida por nós, meu amor! Beijos. TDM

Mercenário da Treva disse...

Realmente, quando estamos juntos uma magia se apossa de nós e até pequenos detalhes como esse, o vestir da meia fina, ganham um significado maior!!!
Deve ser uma forma de compensar a distância física que, ao vivermos em cidades diferentes, nos é imposta!!!
Beijos, Minha TDM!!!